Galeria
TransGranCanaria 2012
Redes Sociais
  • Sem Título
    […]
Actividades/Treinos – Todas
Garmin connect LF201xs
Afis/Ovar

AFIS/Ovar


Meia-Maratona Cidade de Ovar

Meia-Maratona Cidade de Ovar

BTT – Bragança > Almeida 9,10e 11 de Junho de 2011

3 dias de bom BTT e melhor companheirismo nas espectaculares paisagens do Nordeste Transmontano, Planalto Mirandês, Alto-Douro Vinhateiro e Beira Interior Norte

Nunca tinha feito um passeio por etapas em BTT, por isso quando me convidaram não hesitei. Por outro lado, depois dos 101 Peregrinos, depois da Geira e antes da Freita, andava saturado da corrida e precisava de desenjoar um pouco  :) embora não sabendo como o organismo iria reagir, uma vez que desde finais de Janeiro só tinha feito BTT em 3 ocasiões (cerca de 100Kms no total), mas a parte cardio existia e o resto era desafio :)

A equipa:

Equipa Transportugal dos Pequeninos :) <br> Antes da pratida em Bragança <br> Da esquerda para a direita: Freitas, Veloso, Miguel, Cortez, Adriano, Zé Manel, Hilário e Carlos Vaz

Da esquerda para a direita: Freitas, Veloso, Miguel, Cortez, Adriano, Ze Manel, Hilário e Carlos Vaz

Aspecto fundamental neste tipo de aventuras é que todos os que nela participem estejam no espírito de coisa, que as expectativas sejam parecidas, objectivos comuns,  que exista companheirismo e tolerância. Foi o caso:  tudo “malta boa onda”.

Obrigado por me convidarem e pela paciência de me aturarem. Da minha parte foi um prazer :)

As etapas:

Através dum um amigo conseguimos uns tracks GPS e decidimos fazer a ligação Bragança Almeida em 3 etapas, tendo em consideração as distâncias e aspectos logísticos (principalmente transporte e alojamento). Assim :

Etapa 1 – 9 de Junho-  Bragança > Caçarelhos (concelho de Vimioso)

Etapa 2 -  10 de Junho -  Caçarelhos > Freixo de Espada-à-Cinta

Etapa 3 – 11 de Junho – Freixo de Espada-à-Cinta > Almeida

(Ver registos GPS abaixo)

Aspectos Logísticos:

As Bikes já embarcadasA organização de uma empreitada desta natureza, não requer grande logística, mas há dois aspectos fundamentais a ter em conta:  O transporte (para o local de partida e o regresso do local de chegada) e o alojamento.

No nosso caso, alugamos um carro e uma carrinha de caixa aberta para nos transportar (e às “montadas”) até Bragança e o regresso de Almeida foi feito em carros próprios (familiares foram-no lá buscar)

As etapas também foram divididas tendo em conta a hora de partida (no 1º dia mais tarde, pois foi necessário entregar os carros no representante local da agência), a hora prevista de chegada. Dai o facto da primeira etapa ter sido mais curta.

Em Bragança ficamos hospedados alguns em casa dos pais de um dos participantes e outros no Hotel IBIS.
Em Caçarelhos ficamos hospedados na Casa de Caçarelhos  (excelente local e acolhimento) e em Freixo de Espada-à-Cinta na residencial Fatibel (também muito bom acolhimento e nota-se que já estão habituados a lidar com BTTistas)

(Ver fotogaleria)

Em resumo, uma fantástica jornada, com trilhos e paisagens muito bonitos e acima de tudo, mais uma vez, de uma sadia camaradagem e convívio entre todos os participantes.

A quem puder/tiver  oportunidade, aconselho vivamente e acreditem que tudo somado e dividido, não sai assim tão caro. É mais uma questão de oportunidade/disponibilidade.

Registos GPS


Comments are closed.