“Ler livros – A maneira mais fácil de viajar …”


15-12-2011

Antoine Saint-Exupéry – Voo noturno

Capa de Voo Noturno

Nos meus tempos de estudante do secundário (10º ou 11º ano – já não me lembro exactamente), na disciplina de Francês era obrigatório ler o livro “Vol de nuit” de Antoine Saint-Exupery.

Como na altura o tempo não chegava para tudo (sim porque nessa idade há os amigos, o curso intensivo de bilhar, as primeiras saídas à noite, as miúdas e também os estudos), tinha diversas estratégias para o gerir.
No caso concreto, a utilizada foi “serviços mínimos”: francês não contava (ou contava muito pouco) para a média final, sendo que o importante era o 10 da praxe para passar à disciplina.

O que aconteceu é que na verdade não li o livro, tendo-me limitado a ler algumas páginas e um resumo que na altura alguém fez ou arranjou.

Por coincidência, um dia destes, ao visitar uma livraria (um dos sítios pelos quais nutro um certo fascínio e que gosto de visitar) vi num expositor uma reedição em português da obra, acabando, por uma questão de saudosismo – acho que é um sentimento que se vai apoderando de nós à medida que envelhecemos – por comprá-la.

Neste momento, é o livro que está na minha mesa-de-cabeceira, com o qual relaxo e me deixo levar para a mundo dos sonhos